domingo, 2 de março de 2008

Alfabetização de Crianças com Síndrome de Noonan

Conseguimos sucesso na alfabetização utilizando a informática na educação com softwares educativos. Também contamos com a ajuda de uma psicóloga onde foi trabalhado a auto-estima da criança. Em dois anos obtivemos o sucesso na alfabetização, na época com 10 anos.

Descrita, em 1963 por Jacqueline Noonan, caracteriza-se por estatura baixa, espaço entre os olhos aumentados, projeção anterior dos pavilhões auriculares, pescoço curto e largo, tórax côncavo e genitais pouco desenvolvidos. O cariótipo é normal. Existem outras situações com algumas das características referidas, podendo falar-se nesse caso em «o aspecto Noonan» ou «o fenótipo de Noonan»

Não há tratamento para essa síndrome. Ele deve estar voltado para os problemas que irão se apresentar durante a vida da pessoa afetada. O prognóstico esperado depende da extensão e da severidade dos sintomas existentes. Os pacientes podem levar uma vida normal.
A síndrome de Noonan leva, em geral, a uma baixa auto-estima, a dificuldades sociais relacionadas às anomalias físicas, a uma estrutura cardíaca anormal, à deficiência no desenvolvimento das mãos e a uma estatura baixa.

Apesar de alguns terem atrasos motores e da linguagem, 80-90% têm uma inteligência normal e apenas 11% necessitam de apoio escolar. Problemas oculares tal como a ptose, estrabismo e ambliopia ou a otite média crônica e anomalias dos ossículos do ouvido médio podem ser causa de déficits audiovisuais. As irregularidades dentárias são freqüentes.

As alterações cardíacas mais freqüentes são as anomalias da válvula pulmonar. A hipertensão pulmonar pode co-existir, o que justifica uma avaliação cardíaca precoce.


Maiores informações sobre a Síndrome de Noonan - www.noonansyndrome.org

7 comentários:

Cah disse...

Interesante não sabia q existia essa doença.. essa cadeira me deixou mt interesada no assunto , me fez querer vir aqui sempre para aprender um pouco mais .. desde já obrigada pelo aprendizado .
Carine

Mamãe disse...

Regina foium grd prazer ler o seu blog e ver q ainda existem pessoas com um coração solidário.Estou pesuisando sobre sindrome de noonan,pois minha filha mais nova está sendo acompanhada na genetica com suspeita da sindrome,sendo q acabei d pegar o resultado do cariótipo dando normal q me foi um alívio,mas está só começando,ela está prestes a fazer 3 anos.Tenho mais dois filhos,uma autista.Estou sempre na luta para tratamentos adeuados a eles,onde ainda não enconrei,só eses q citou,lugares q fingem dar apoio,assistencia,mas não adianta de nada.Mas tenho mta esperança em encontrar para meus filhos.Querolhe deixar um grs abraço e q DEUS te ilumine para continua8r a ajudar quem precisa.

joana disse...

Chamo-me Joana,sou mae da Francisca uma menina com 4 anos.Foi-lhe diagnosticada sindrome de noonan. como nao conheço quase nada sobre esta patologia gostava de trocar ideias e conhecer casos como o da Francisaca. Deixo o meu contacto joanapinto27@gmail.com

Cleuda Carvalho disse...

Gostaria aue me ajudasse, sou uma formiguinha sem conhecimento do campo em que estou,sou educadora e me deparei com uma fofura que se chama "JONAS"portador de Noonan e não sei como trabalhar na alfabetização pois não veio nada da escola anterior,ele estava ali apenas ocupando lugar e eu quero mais que isso quero vê-lo participando mesmo com dificuldades.Abraços Cléuda

contato:cleudinhacarvalho@hotmail.com

Léia Rios disse...

Minha sobrinha nasceu com esta síndrome. É uma criança alegre, vaidosa e extremamente desenvolvida intelectualmente. Destaca-se muito em sua escola, pela facilidade de aprendizagem e não requer tratamento educacional diferenciado. Ela possui todos as principais características fenotípicas, felizmente seu desenvolvimento escolar é normal. Requer acompanhamento médico constante de forma preventiva. Quanto à intervenções pedagógicas, creio que não necessitem de tratamento diferenciado.

Aline Moraes disse...

Meu nome e aline meu bebe tem uma semana de vida e tem esta sindrime ate entao foi uma supresa pra nos pois nao tenho nenhum casso na familia nem na do meu marido nasceu com as carecteristicas mas eu amo ele mesmo assim pra mim parece uma crianca normal

Unknown disse...

Boa noite.
Achei o blog por acaso,tenho um filho de 7 anos com Noonan,é cardiopata e não quer mais ir a escola.